Aldeia indígena Tekoha Ocoy, localizada em São Miguel do Iguaçu têm, até o momento, 24 casos confirmados de COVID-19.

A aldeia foi interditada pela prefeitura e pelo Ministério Público Federal. Vivem na aldeia atualmente um total de 720 pessoas.

Estão sendo aplicados testes PCR, os quais garantem 95% de confiabilidade no diagnóstico. Os resultados dos exames devem sair até segunda-feira.

De acordo com o boletim mais recente divulgado pelo município, existem 51 casos confirmados e outros 24 suspeitos na cidade.

Anúncio

Os indígenas identificados como positivados para a doença foram remanejados para a escola da aldeia e barracas montadas no local pela prefeitura.