São Miguel do Iguaçu viveu nos dias 18, 19 e 20 de Julho momentos inesquecíveis de encanto, graça e emoções fascinantes no FESMIG (Festival Municipal da Canção de São Miguel do Iguaçu). O evento aconteceu nas dependências do CTG Querência Amada e foi organizado através da Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer pela prefeitura municipal.

Assim sendo, o jornal Parceiros Net News realizou entrevistas com os contemplados de todas as modalidades, a fim de que chegasse ao conhecimento do maior número de pessoas possíveis o nome dos vitoriosos e um pouquinho da história de cada um.

Irmãos Araújo, Categoria Sertanejo

Felipe & Falcão – Deixa Eu Te Amar Por Favor

Anúncio
Arquivos Irmãos Araújo

Os Irmãos Araújo trilham juntos desde criança a sua carreira musical, sempre tocando em bares, festas de família, casamento e etc. No ano passado participaram de um concurso de moda de viola em Serranópolis e conseguiram o 1° lugar. Esse ano foram incentivados por familiares e amigos a se inscreverem no FESMIG.

Como são fãs de Felipe e Falcão escolheram uma música deles para apresentar, visto que se espelham e são inspirados pela dupla de famosos. Segundo eles, as vozes se encaixam e os próprios se surpreenderam com o resultado final. Fizeram a diferença fazendo diferente, reconhecendo sempre a virtude de todos os concorrentes.

Arquivo Irmãos Araújo

Ao final, deixaram uma mensagem de gratidão à Deus, à família, amigos e ao povo São Miguelense, ressaltando o grande número de talentos com dons incríveis que tem em nossa cidade:

“Todos os participantes mereciam o 1° lugar e realmente nós somos sortudos por ter chegado lá. Parabenizamos a todos que participaram e só temos realmente a agradecer.”

Gabriela Pivatto, Categoria Popular

Dulce Pontes – Canção do Mar

Arquivo Gabriela Pivatto

“Comecei a cantar com 8 anos de idade quando fiz minhas primeiras aulas de violão. Me lembro que o primeiro festival que participei, foi na escola municipal Vitorino Barbieiro onde ganhei o 1° lugar, dali em diante não parei mais de cantar. Desde pequena minha maior inspiração artística é a Whitney Houston.

Ano passado participei do Festival CantaroLar de Medianeira, e lá no Festival ouvi uma participante que cantou “Canção do Mar” de Dulce Pontes. Essa música me chamou muito a atenção pelo grau de dificuldade e a forma como foi interpretada, dali em diante já comecei a ensaiar.

Arquivo Gabriela Pivatto

Só de olhar um palco já fico muito ansiosa (risos) e quando eu subo sei que aquele é o meu lugar e que preciso passar todo o sentimento da música para as pessoas que estão me assistindo. Sinto que nasci pra isso.

Aprendi muito graças aos meus professores de técnica vocal, ao grupo de canto da Igreja matriz e a banda Megabit que faço parte e inclusive continuo tocando em casamentos, bailes e festas de comunidade com a banda.

Arquivo Gabriela Pivatto

Sou muito grata a minha família e meus amigos que sempre me apoiaram a crescer na música. Pretendo explorar mais estilos musicais diferentes e quero muito – num futuro próximo, começar aulas de canto lírico que é minha outra paixão.

Mayara da Costa, Categoria Gospel

Aline Barros – Ressuscita-me

Arquivo Mayara da Costa

Eu canto, desde criança na igreja, Deus sempre me inspirou a cantar, salmos 86:12  Davi orando fala Louvar-te-ei, Senhor Deus meu, com todo o meu coração, e glorificarei o teu nome para sempre.

Eu tenho motivos pra cantar e oferecer a Deus o meu melhor.

Eu não tenho ídolos, mas sempre me identifiquei com a cantora gospel Lauriete.

Cantei em outros festivais aqui em São Miguel do Iguaçu, como o FEMUSC na categoria infantil, FERMOP e FESTICASA. Minha família, amigos sempre me incentivam e quando estou em cima do palco a melhor sensação pra mim é poder mostrar às pessoas que a música tem poder de libertação, ela cura o nosso interior, eu sou exemplo disso, cantar nos traz vida.

Eu gosto da letra da música que escolhi, pois é uma oração. Fala de uma pessoa que acredita não ter mais solução para a vida, e a música fala “Tu és a própria vida, a força que há em mim, é Deus nos dizendo que em todo tempo Ele está conosco.”

Me sinto feliz, o que mais amo fazer é cantar. Eu realmente não sei do meu futuro, entreguei a Deus, mas com certeza vou estar cantando e seguirei a carreira.

  • Estuda?

R: Não

  • Trabalha?

R: Sim

  • Qual é a sua idade?

R: 25 anos

  • Tem algum hobby? Como se diverte?

R: Tenho tantos, ser mãe é um dele

  • Gosta de ler? Tem algum livro de cabeceira?

R:Sim, Bíblia

  • Você compõe?

R: Não.

Arquivo Mayara da Costa

Duda Marques, Categoria Infanto Juveni

Vinicius de Moraes – Onda Anda Você

Reprodução Instagram
  • Desde quando começou a cantar?

R: Comecei a cantar no grupo de violão da cidade, com o professor Éder há uns 3 ou 4 anos

  • Quem é a maior inspiração para você?

R: Me inspiro muito no Éder e também no meu pai que me incentivaram muito na música.

  • Tem algum ídolo em que se espelha?

R: Não tenho um em específico em que me espelho, mas admiro muito artistas que nasceram na música por conta própria, tanto na internet como em rádio.

  • Recebe incentivos de alguém?

R: Recebo bastante do professor Éder e meu pai. Além da minha família, que sempre me apoia.

  • O que a incentivou a participar do concurso?

R: Quis participar por incentivo da minha família e também por experiência, estar no palco sempre foi uma coisa muito grande para mim, então seria praticamente um “desafio”.

  • Já participou de outros festivais? Cite alguns deles…

R: Sim. Participei do Fesmig ano retrasado e ano passado, no Fermop.

  • Como aconteceu a escolha da música que te tornou vencedora?

R: Encontrei essa música no YouTube, e como o tipo de música MPB me atrai muito, pensei em começar a ensaiar. Mostrei essa música para o Éder, e ele gostou muito. Como eu já estava pensando em participar do festival, a escolhi por já estar ensaiando.

  • Qual é a sensação de estar em cima do palco?

R: Dos outros dois festivais que participei, eu estava muito ansiosa e por conta disso, não fui classificada. E por incrível que pareça, me senti inteiramente livre no palco quinta-feira e sábado. No camarim eu consegui desestressar bastante com ajuda do Álvaro, do departamento de cultura. Quando subi no palco, a tensão tinha passado completamente e acredito que esse pode ter sido o motivo de eu conseguir ter classificado em 1º lugar.

  • O que você espera de um futuro com a música? Pretende seguir carreira?

R: Se eu tiver oportunidade, não vou descartar, por ser uma coisa que me sinto bem fazendo, cantando.

  • Estuda e/ou trabalha?

R: Apenas estudo. Estudo em colégio público de manhã e faço cursinho à noite.

  • Qual é a sua idade?

R: Tenho 16 anos, faço 17 em setembro.

  • Tem algum hobby? Como se diverte?

R: Não tenho um hobby específico, mas gosto de estar com quem amo e estar em lugares que me fazem bem.

  • Qual é o teu maior sonho?

R: Ser bem sucedida como pessoa e em qualquer coisa que eu esteja fazendo.

  • Gosta de ler? Tem algum livro de cabeceira?

R: Estou lendo agora A Bela E A Fera da Clarice Lispector. Me interessei bastante pelo livro.

  • Você compõe?

R: Já pensei em compor, mas vejo mais facilidade em interpretar.

Reprodução Instagram

Nicolly Gabrielly, Categoria Kids

Jamilly – Diante do Trono

O primeiro lugar de categoria Kids ficou com a princesa Nicolly Gabrielly.

Ela que é filha de Fernanda da Costa Pereira e de Elias Pereira, tem 7 anos e desde os 5 canta na Igreja.

Já cantou na Câmara de Vereadores no Dia da Mulher e fez uma apresentação na escola no dia da Independência.

Nicolly faz aulas de canto no CITEL e quer aprender a tocar violão porque deseja se preparar para ser uma grande cantora no futuro.

Ela estuda no colégio Arthur Cardoso e ama praticar a arte de pintura. Foi na escola que ela recebeu o panfleto de divulgação do FESMIG e foi assim que teve a ideia de se inscrever no concurso, afinal é incentivada pelas amiguinhas e professores.

Nicolly é fã de Aline Barros e Jamilly, autora da música com a qual chegou ao primeiro lugar. Diz que foi a primeira música que aprendeu a cantar.

Agradece ao papai do céu e a família, aos amigos e professores.

Arquivo Parceiros Net News

Abaixo segue a lista da 1° à 5° colocação desse Show de Talentos que enriquece e enobrece a nossa cidade maravilhosa.

KIDS (05 – 11 ANOS)

5º Lugar
-Adriely Vanessa (Música: Midian Lima – Jó)

4º Lugar
-André Gustavo (Música: Daniel e Samuel – Absoluto)

3º Lugar
-Júlia Raíssa de Marchi (Música: Diante do Trono – O Amor do Nosso Deus)

2º Lugar
-Edson Alves de Lima (Música: Pedro Soberano – Quem Ama Perdoa)

1º Lugar
-Nicolly Gabrielly Pereira (Música: Jamilly – Diante do Trono)

INFANTO JUVENIL (12 – 16 anos)

5º Lugar
-Ana Claudia Bayer (Música: Roberto Carlos – Força Estranha)

4º Lugar
-Dienifer Caroline Leite Nascimento (Música: Gabriela Rocha – Aleluia)

3º Lugar
-Agnaldo Maciel Nascimento Leite (Música: Daniel e Samuel – O Mandamento)

2º Lugar
-Vittória Roque (Música: Chrystian e Ralf – Noite de Tortura)

1º Lugar
-Duda Marques (Música: Vinicius de Moraes – Onde Anda Você)

GOSPEL

5º Lugar
-Alice da Rosa (Música: Aline Barros – Sonda-me, Usa-me)

4º Lugar
-Jaqueline Costa (Música: Sara Farias – Sobrevivi)

3º Lugar
-Adrielli Luana (Música: Voz da Verdade – O Escudo)

2º Lugar
-Mirian Brant (Música: Bruna Karla – Quando eu Chorar)

1º Lugar
-Mayara da Costa (Música: Aline Barros – Ressuscita-me)

POPULAR

5º Lugar
-Eliomar e Neiva Luisa (Música: Jane e Herondy – Não se vá)

4º Lugar
-Hanrieli Lago (Música: O Bêbado e a Equilibrista)

3º Lugar
-Donna Bagos (Música: Gonzaguinha – Sangrando)

2º Lugar
-Michelli Primmaz (Rosana – O Amor e o Poder)

1º Lugar
-Gabriela Pivatto (Música: Dulce Pontes – Canção do Mar)

SERTANEJA

5º Lugar
-Luka Veloso e Matheus (Música: Zezé di Camargo & Luciano – Será que foi Saudade)

4º Lugar
-Geovana e Jordana (Música: Guilherme & Santiago – Porque brigamos)

3º Lugar
-Benedito e Ezequias (Música: Matogrosso & Mathias – Enquanto o Sol Brilhar)

2º Lugar
-Jhenifer e Jheimili (Música: Zezé di Camargo & Luciano – É o Amor)

1º Lugar
-Irmãos Araújo (Felipe & Falcão – Deixa Eu Te Amar Por Favor)

“A música é a arte de exalar para o mundo o perfume da alma”
– Edi brachtvogel boschi

Edi Brachtvogel Boschi

Editora, jornalista e repórter do Jornal Parceiros Net. Autora do Hino do município de Serranópolis do Iguaçu.