Reeves é dono da Arch Motorcycle Company, na Califórnia. (Foto: Reprodução/Instagram)

O ator Keanu Reeves soube como aliar sua paixão por motocicletas aos negócios. Em vídeo para a revista “GQ”, ele contou que seu interesse por motos foi despertado quando ainda era criança. Durante o verão, a área em que morava em Toronto, no Canadá, recebia gangues de motoqueiros, chamados por Reeves de “piratas”. Reeves é até dono de oficina. As informações são do jornal Valor Econômico.

O astro de Matrix aprendeu a pilotar durante as gravações de um filme em Munique. Quando voltou para Los Angeles, em meados de 1987, comprou sua primeira moto. Alguns anos depois, conheceu a Choprods, oficina que personalizava motos. O dono era Gard Hollinger. Sua ideia era personalizar uma Harley-Davidson. Pegou gosto pela coisa e, em 2011, ele e Gard fundaram a Arch Motorcycle Company, na Califórnia.

A oficina é hoje conhecida pela personalização e produção de motos de luxo, vendidas a preços também “exclusivos”. Além disso, produz cerca de 200 peças para utilização própria.

Anúncio

No vídeo para a “GQ”, o ator destaca a Arch KRGT-1. Inspirada na Harley-Davidson Dyna 2005, foi a primeira moto lançada pela empresa e teve “upgrade” no ano passado.

O modelo aventureiro tem rodas de fibra de carbono feitas por uma empresa sul-africana e faróis italianos. Seguindo a proposta da oficina, os assentos são personalizados, conforme o desejo do cliente. Além disso, conta com motor T124 da empresa S&S Cycle, capaz de gerar 123 cv.

Outra moto de fabricação própria é a Arch 1S, a primeira com suspensão de braço único da marca. Tem design esportivo e, segundo a Arch, posição mais agressiva de pilotagem. É movida por um motor V-Twin de injeção direta.

O modelo que mais chama a atenção é o terceiro e mais recente: o Method 143 é comparado a um carro conceito pelo próprio astro. Os sócios a fabricam a partir de um chassi de fibra de carbono e proposta de design superesportivo. A moto conta também com couro legítimo nos bancos e alumínio na estrutura.

O modelo é equipado com um motor de 2,4 litros de dois cilindros em V a 45 graus e capacidade volumétrica de 2.343 cm3.

Em sua coleção, Reeves mostra também uma Norton Commando 850 MK2A de 1973, a segunda comprada por ele em Los Angeles.

Relíquia de “Matrix Reloaded”, o segundo filme da trilogia, há a Ducati 998. O modelo conta com um verde “matrix” especial, como chama o astro. Os fãs da saga podem contestar e dizer que, no filme, a moto que aparece é na verdade uma Ducati 996, e não estão errados. O que acontece é o seguinte: após a aparição do modelo no filme, a marca lançou a edição especial inspirada na usada em Matrix, em 2004. Como a série 996 não estava mais sendo produzida, a edição passou a ser aplicada nas Ducati 998, uma versão atualizada daquela usada no longa.

O Sul