"A verdade é que eu teria adorado que ele voltasse para nós", disse Messi. (Foto: Reprodução)

Lionel Messi disse que gostaria que Neymar voltasse ao Barcelona neste ano porque o brasileiro ajudaria o clube a dar um salto de qualidade. O craque argentino acrescentou que o ex-colega de time também deseja voltar ao Barcelona.

O clube catalão passou a maior parte da pré-temporada negociando com o PSG (Paris Saint-Germain) para levar Neymar de volta ao Camp Nou dois anos depois de o atacante ser negociado pelo recorde mundial de 245 milhões de dólares, mas os catalães não conseguiram fechar um acordo com os campeões franceses.

“A verdade é que eu teria adorado que ele voltasse para nós”, disse Messi ao jornal esportivo espanhol Sport. “Entendo que algumas pessoas eram contra, e isso é normal, considerando tudo que aconteceu e como ele nos deixou, mas pensando no nível esportivo, para mim Neymar é um dos melhores jogadores do mundo”, acrescentou.

“Obviamente, ele teria aumentado nossas chances de conseguir os resultados que todos nós queremos. O clube teria dado um salto adiante, em termos de patrocinadores, nossa imagem, nosso crescimento, mas no final não aconteceu”, declarou Messi.

Anúncio

Na semana passada, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, disse que fez todo o possível para contratar Neymar, mas admitiu que não conseguiu oferecer o preço pedido pelo PSG pelo atacante, que fez 105 gols em quatro temporadas na Espanha.

“Não sei o que aconteceu com os diretores, sei que estavam conversando com Neymar, ele me contou como as coisas estavam indo. Ele realmente estava ansioso para voltar”, disse Messi. “Entendo que é difícil negociar com o PSG e com Neymar porque ele é um dos melhores. Essas negociações nunca são fáceis”, concluiu.

Diretor

O diretor do Barcelona Javier Bordas afirmou na quarta-feira (11) que o time não desistiu de contratar o brasileiro. Em entrevista, o dirigente deixou claro que o Barça vai se esforçar para contar com o jogador. “Enquanto ele quiser vir, nós vamos fazer o que pudermos para que venha”, afirmou.

Questionado se o retorno de Neymar deve acontecer já em janeiro de 2020, Bordas preferiu despistar e disse apenas que as coisas mudam rapidamente no futebol. “Veremos. Tudo é muito fácil de mudar no futebol, mas Neymar é Neymar”, apontou.

Por último, Bordas lamentou que a última negociação com o PSG não tenha dado certo para o Barcelona. “O caso do Neymar é muito especial. É um jogador excepcional, que queria vir ao Barça. Não se adaptou a Paris, se equivocou ao ir para lá, ele mesmo disse isso”, analisou.

O Sul