(Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil)

Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, defende que a licença-maternidade remunerada seja ampliada para um ano. Atualmente, o benefício é de quatro meses, se estendendo até seis meses por opção do empregador. Damares fez a declaração em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo neste domingo (29).

No início do mês, a ministra participou da III Cúpula Demográfica, na Hungria. Na entrevista, a ministra elogiou o tempo de três anos de licença-maternidade no país europeu e afirmou que um ano seria “adequado” ao contexto brasileiro. “Eu defendo mais tempo da mãe com a criança em casa. E do pai também. Essa realidade do Brasil agora ainda não é. Podemos lutar por isso? Podemos. Vamos ter resistência? Muita. Mas a gente pode trabalhar”, destacou ela.

O Sul

Anúncio