Um motociclista morreu, na tarde desta sexta-feira (19), após bater contra um caminhão e ser atropelado por dois veículos no Contorno Sul de Curitiba, na Cidade Industrial (CIC). Irmão da vítima fatal, o garupa da moto foi socorrido em estado grave pelo Corpo de Bombeiros.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu no quilômetro 596, sentido Campo Largo.

Testemunhas contaram à reportagem da Banda B que o veículo fazia o chamado ‘corredor’ na pista, quando acabou batendo contra o rodado de uma carreta. Com a queda na pista, as vítimas teriam sido atropeladas ainda por um segundo caminhão.

Identificado apenas como Augusto, o tio das vítimas contou que o Contorno Sul é o caminho habitual de trabalho das vítimas. “Os dois trabalham em um lava car, então é o caminho da roça deles. Foi uma fatalidade”, lamentou.

Uma causa que pode ter contribuído para o acidente é a pressa das vítimas, que estavam atrasadas para o trabalho. A vítima fatal era moradora de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana, e se casou recentemente.

Morador do bairro Tatuquara, em Curitiba, o garupa da moto foi encaminhado ao Hospital do Trabalhador.

Pelo retrovisor

O caminhoneiro envolvido no acidente lamentou o ocorrido. “Eu vi tudo pelo retrovisor. Eu estava no lado direito quando ele atingiu o rodado. Só percebi depois o que tinha acontecido”, disse.

Corredor


O ato de pilotar no corredor não é proibido pela legislação brasileira, mas é considerado perigoso por muitos especialistas.

No local, o motociclista Ivonei Cândido disse que é muito difícil ver uma cena de acidente como essa.


“É preciso fazer corredor pelo tempo e todo mundo faz. Se alguém disser que não faz, está mentindo. A gente sabe que é perigoso, mas é uma questão de necessidade”, lamentou.

Banda B

Edi Brachtvogel Boschi

Editora, jornalista e repórter do Jornal Parceiros Net. Autora do Hino do município de Serranópolis do Iguaçu.