Mulheres são presas acusadas de tortura por fazer criança a comer arroz cru com óleo

0
Menino foi obrigado a comer arroz com óleo. (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil prendeu duas mulheres em Bálsamo, interior de São Paulo, por torturarem uma criança de apenas oito anos, filho de uma das acusadas.

O menino aparece em um vídeo, gravado pela própria agressora, sendo obrigado a ajoelhar sobre grãos de arroz e comer arroz cru com óleo, na última quinta-feira (30).

Segundo informações da polícia, a própria responsável por gravar as imagens resolveu denunciar a mãe do garoto no Conselho Tutelar como autora das agressões. Após investigações, porém, ficou constatado que a agressora era a mesma que havia feito o vídeo. A outra mulher, mãe do garoto, foi presa por não ter impedido os abusos a que o filho foi submetido

.

Enquanto o menino está cabisbaixo, ajoelhado e de braços cruzados, é possível ouvir uma das mulheres dizer: “põe uma colherada na boca e mastiga. Você não temperou o arroz? Agora você vai comer!”.

Após o menino ingerir o alimento, ela continua: “vai! Um, dois… Isso! Mastiga! Não tô vendo você mastigar. Tá gostoso? Deixa eu ver o tanto que tem no copo ainda”.

Depois, a mulher comemora a agressão. “Acabou? Abre a boca! A- A –A. Aee! Vai pôr mais óleo no arroz?! Vai pôr mais fogo no sofá?! Vai bater na cara de alguém na escola?! […] Agora que você aprendeu o que é ser homem, você vai lá na sua mãe e vai pedir perdão pra sua mãe de joelho. Você vai lá beijar o pé dela”, diz a agressora.

A mãe do menino não aparece nas filmagens, mas a polícia considerou que ela não impediu as agressões da amiga contra o filho. As duas estão provisoriamente presas, pelo período de 30 dias. Agora, o menino está sob os cuidados do Conselho Tutelar.

Consta do boletim de ocorrência que a agressora afirmou para a conselheira tutelar que fez a denúncia porque não aguentava mais ver a criança sendo torturada pela mãe. O Conselho Tutelar informou à polícia que a mãe confirmou ter ciência da agressão realizada pela amiga.

Fonte Yahoo

Comments are closed.