O homem que gravou vídeo estuprando uma mulher desacordada, dentro de um carro atravessado na Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, na zona norte de Porto Alegre, no último domingo (26), foi identificado pela Polícia Civil. A informação foi dada pela delegada Tatiana Bastos, titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam). Segundo a delegada, a vítima disse que havia saído de uma festa, onde sujou seu vestido e, por este motivo, teria tirado a roupa e se enrolado em um cobertor.

Os vídeos gravados pelo próprio abusador circularam em redes sociais. Além dela, estava o motorista do carro, que a acompanhou na festa — ambos desacordados nas imagens. O homem que gravou o vídeo, então, estacionou seu carro, caminhou até o outro veículo, abriu a porta e encontrou os dois sem consciência. O motivo provável seria o abuso no uso de álcool. A Brigada Militar (BM) teria sido acionada pelo próprio abusador e isso teria facilitado sua identificação, e também a do outro homem que aparece nos vídeos.

De acordo com o que a vítima informou à Polícia Civil, ela só ficou sabendo dos abusos ao receber as imagens. No dia, ela e o motorista do carro foram levados a um hospital pela BM, que já fez um relatório para a Deam com todo o atendimento desta ocorrência. Outra prova com a qual a polícia conta é o material genético do sêmen do abusador, recolhido no veículo. O outro homem, que aparece retirando objetos do carro, poderá responder por furto e omissão de socorro.

Fonte O SUL

Anúncio