Diversos colegas de trabalho realizaram um corredor com as viaturas, sendo que o servidor foi recebido com muita emoção

Na manhã desta quinta-feira (03) um dos policiais que foi baleado em confronto com assaltantes na última segunda-feira (31) foi recebido pela Corporação durante o retorno ao 6º BPM (Batalhão da Polícia Militar).

Ao lado do comandante da Unidade, Coronel Rubens Garcez, o policial militar Sd. Silva, desceu da viatura policial e foi recebido pelos diversos colegas de trabalho.

A ação gerou muita emoção aos colegas, à família do militar e principalmente do servidor, que ofereceu a vida para defender a comunidade cascavelense.

Anúncio

Na última segunda-feira, durante o atendimento a uma ocorrência de roubo, o policial e outro colega encontraram os assaltantes, quando ocorreu a troca de tiros.

Rapidamente, os dois se deslocaram à UPA onde receberam os primeiros atendimentos, mas, logo na sequência, foi realizado a transferência ao HUOP.

Hoje, o policial recebeu a alta e deslocou até o Batalhão, onde foi recebido pelas equipes.

O soldado Moura, um dos colegas do Sd. Silva , foi a primeira pessoa a utilizar a palavra para homenagear o militar.

Em nome de toda a tropa e todas as equipes que prestaram apoio no atendimento à ocorrência, a Polícia Militar prestou o agradecimento.

Moura também agradeceu a Deus pela oportunidade de estar homenageando os colegas de farda ainda com vida, pois ambos poderiam ter falecido no confronto.

Como homenagem, os colegas o presentearam com uma caveira com a boina da Polícia Militar do Paraná.

Rubens Garcez também fez uso da palavra, agradecendo pelo retorno do herói e irmão de farda, por ter conseguido voltar para casa.

O comandante também agradeceu a todos os órgãos de segurança que prestaram apoio na ocorrência para que pudessem dar uma resposta rápida à localização dos meliantes envolvidos no confronto.

Além disto, agradeceu ao Samu e ao Corpo Clínico do Hospital Universitário do Paraná, que fizeram todo o possível para socorrer os guerreiros que não vieram a falecer diante da ocorrência.

‘Não deixaremos passar barato’, afirmou Garcez, à todos os ladrões, meliantes que tentarem contra a vida dos policiais ou qualquer cidadão de bem.

CGN