Premiação faz parte do estudo “Educação que faz a diferença” promovido pelo IEDE com a participação de 28 Tribunais de Contas do Brasil

O ensino fundamental de Foz do Iguaçu foi classificado entre os seis melhores do país, em cidades com mais de 250 mil habitantes. A conquista deste importante título é resultado do estudo “Educação que faz a diferença” promovido pela IEDE – Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional – em parceria com o Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB). A pesquisa divulgada ontem (26) na página do Iede também teve a participação de todos os 28 Tribunais de Contas do Brasil com jurisdição na esfera municipal.

O estudo analisou a gestão do ensino fundamental, de responsabilidade das prefeituras, em 5.570 municípios brasileiros. “Estamos muito orgulhosos pele recebimento deste selo e queremos agradecer e dedicar essa conquista a toda equipe da educação que trabalha com muita dedicação e paixão e que fazem da cidade uma referência em educação”, disse o Prefeito Chico Brasileiro.

Para garantir a credibilidade da pesquisa, técnicos dos 28 Tribunais de Contas participantes do projeto visitaram 116 escolas de 69 redes de ensino, em todos os Estados. Nas Secretarias de Educação, entrevistaram o(a) secretário(a) e pessoas-chave da equipe. Nas escolas, conversaram com professores, coordenadores pedagógicos, diretores, alunos e seus pais ou responsáveis, além de assistirem a aulas.

Anúncio

Estudo

Ao todo, 118 redes de ensino municipais foram identificadas com bons resultados no Ensino Fundamental. Cada uma delas recebeu um selo de qualidade, de acordo com patamar em que se encontra: Excelência, Bom Percurso ou Destaque Estadual. Foz do Iguaçu está entre as 22 do Paraná a receber o selo na categoria “Bom Percurso”, sendo o único município do Estado do Paraná premiado com mais de 150.000 habitantes.

Foram analisados indicadores como aprendizado dos estudantes em Língua Portuguesa e Matemática, segundo o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2017; Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) atual e evolução desde 2005; e taxas de aprovação, conforme o Censo Escolar.

O estudo traz também um mapeamento de boas práticas no Ensino Fundamental, principalmente no âmbito das Secretarias de Educação, mostrando ações e práticas comuns que estão associadas a um bom desempenho dos estudantes.

Foz do Iguaçu